Rigoletto

A temporada lírica de 2019 do Theatro Municial de São Paulo apresenta uma das óperas mais importantes do romantismo italiano, “Rigoletto”, de Giuseppe Verdi, com direção cênica de Jorge Takla e musical do maestro Roberto Minczuk.
A ópera em três atos, com libreto de Francesco Maria Piave, é baseada na peça “Le Rois’Amuse” (“O Rei se Diverte”), de Victor Hugo, e faz parte da chamada trilogia popular de Verdi (com “Il Trovatore” e “La Traviata”).
Rigoletto é um bufão corcunda da corte, de língua afiada e mordaz que serve ao Duque de Mântua, um libertino incontrolável. Rigoletto mantém escondida em casa sua única filha, que tem permissão de sair apenas para ir à missa. Numa dessas saídas conhece o insaciável Duque (que se apresenta para a jovem como um pobre estudante). Os cortesões, num gesto de vingança pelas piadas do bufão, sequestram sua filha, que será depois abusada pelo próprio Duque. O bufão decide se vingar, mas uma maldição ronda sua vida e fará com que toda a tragédia se complete.
O elenco tem, no papel de Rigoletto, em revezamento, o barítonos argentino Fabián Veloz e o brasileiro Rodrigo Esteves, radicado na Espanha, com passagem por diversos teatros na Europa. É sua estreia nesse papel.
Como Duque de Mântua, a apresentação tem o tenor Fernando Portari, que já interpretou o mesmo papel em mais de 50 apresentações e completa 30 anos de carreira. Alterna-se no papel o tenor argentino Darío Schumunck. Como Gilda, atuam a jovem soprano russa Olga Pudova e a brasileira Carla Cottini.
Todas as apresentações têm performances da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, sob a regência do maestro Roberto Minczuk, e do Coro Lírico Municipal de São Paulo, preparado pelo maestro Mário Zacarro.
Veja trecho de uma atuação de Rodrigo Esteves:

12

São Paulo

20 JUL 2019 - Sábado, 20h00

Theatro Municipal de São Paulo

Praça Ramos de Azevedo, s/n
República

Tel.: (11) 3053-2090

Site do teatro
R$ 10,00 a R$ 120,00
foto
foto

Veja também

error: Conteúdo protegido