Mônica Salmaso

Mônica Salmaso

Saiba mais

Sobre a artista
(fonte: Enciclopédia Itaú Cultural)
Mônica Salmaso Pinheiro (São Paulo, São Paulo, 1971). Cantora. O gosto pela música surge na infância, ao acompanhar, com a voz afinada, os discos de música popular brasileira (MPB) que escuta em casa. O estudo formal de música, porém, só se inicia bem mais tarde, na época do cursinho pré-vestibular, quando começa a fazer aulas de canto no Espaço Musical,1 em São Paulo. Após alguns meses de aula, desiste do vestibular para jornalismo e decide se tornar cantora.
Tem participação especial em discos de diversos compositores e instrumentistas, como Chico Buarque (Carioca, 2006), Mário Gil (Contos do Mar, 1997, e Comunhão, 2007), a flautista Léa Freire (Cartas Brasileiras) e o violonista Leandro Carvalho (Descobrindo João Pernambuco, 2000). Participa do Songbook – Tom Jobim (1996), Cole Porter & George Gershwin – Canções, Versões (2000), O Mestre Léo Peracchi e a Jazz Sinfônica: Canções de Tom e Vinicius (2001), Um Ser de Luz – Saudação a Clara Nunes (2003), Ode Descontínua e Remota para Flauta e Oboé – de Ariana para Dionísio (obra da poeta Hilda Hilst, musicada por Zeca Baleiro, 2005), Timoneiro (tributo a Hermínio Bello de Carvalho, 2005), Vinicius (trilha do documentário de Miguel Farias Jr., 2005) e Vinicius e os Maestros (2011), de Mario Adnet.
Leia mais sobre Mônica Salmaso neste link.
Conheça o disco que ela gravou com Paulo Bellinati:

error: Conteúdo protegido